• Os docentes do PPGOB concorrem constantemente, e com alta taxa de sucesso, em editais que têm permitido uma ampliação e revitalização da infraestrutura, como por exemplo, CT-INFRA/FINEP, INCTs, Universal/CNPq, Pro-Equipamentos/CAPES. No triênio 2013-2015 houve avanços, os quais incluem a aquisição de equipamentos para a revitalização dos laboratórios e do Navio Oceanográfico Atlântico Sul, os quais foram adquiridos por meio de editais públicos e projetos financiados por empresas privadas. A Lancha Oceanográfica Larus passou por um amplo processo de revitalização, com a reforma de sua estrutura e acomodações. Além disso, houve a incorporação de novas embarcações na Frota Oceanográfica, fruto de um convênio com o IBAMA, que repassou duas embarcações apreendidas em ações de combate à pesca ilegal. Uma delas já foi completamente recuperada e encontra-se disponível para uso. Atualmente, esta vem sendo usada como barco-escola para ensino básico de navegação e ciências do mar (vide-Inserção Social).

    A seguir, está relacionada a infraestrutura principal, que beneficia, direta ou indiretamente, o PPGOB. Os laboratórios (cerca de 5600 m2) são na maioria, inseridos na Instituto de Oceanografia onde estão lotados pelo menos um docente do Programa de Pós-graduação em Oceanografia Biológica, e possuem equipamentos indispensáveis para a realização de análises pertinentes à linha de atuação do PPGOB:
    Instituto de Oceanografia
    - Ecologia Vegetal Costeira (86,69 m2)
    - Crustáceos Decápodos (186,09 m2)
    - Ecologia Fitoplâncton e Microorganismos Marinhos (315,83 m2)
    - Ecologia de Ictioplâncton (http:www.lei.furg.br) (42,35 m2)
    - Ecologia de Invertebrados Bentônicos (131,39 m2)
    - Aves Aquáticas (41,92 m2)
    - Hidroacústica (30,67 m2)
    - Hidroquímica (99,34 m2)
    - Ictiologia (126,83 m2)
    - Ecologia e Conservação da Megafauna Marinha (61,99 m2)
    - Recursos Pesqueiros Demersais e Cefalópodes (http://www.demersais.furg.br) (30,56 m2)
    - Recursos Pesqueiros Pelágicos (51,90 m2)
    - Recursos Pesqueiros Artesanais (41,51 m2)
    - Zooplâncton (94,18 m2)
    - Unidade de Pesquisa em Cianobactérias (http://www.cianobacterias.furg.br) (149,13 m2)
    Instituto de Matemática, Estatística e Física
    - Estatística Ambiental (http://www.labest.furg.br) (40m2)
    Instituto de Ciências Biológicas
    - Toxicologia (30m2)

    A infraestrutura propiciada pelos laboratórios inclui equipamentos modernos, como Radiômetro hiper-espectral Satlantic para medições de radiância/reflectância na coluna d´água para caracterização bio-ótica; cromatógrafo líquido de alta-performance (HPLC); Phyto-PAM (Fluorímetro Modular); redes de abertura múltipla de zooplâncton; rede de abertura e fechamento tipo Tucker; sonda fluorimétrica de campo; sondas para medição de temperatura, salinidade; estação meteorológica; vários microscópios com análise de imagem e sequenciador de DNA 48 capilares. O PPGOB conta com 3 salas de experimento para organismos vivos e cultivos de microalgas e camarões. Atualmente, o Programa SiMCosta (Sistema de Monitoramento da Costa), liderado pelo Prof. Carlos Garcia, vem instalando, ao longo da costa de várias regiões do Brasil, uma série de bóias oceanográficas com sensores de vazão, temperatura, salinidade, turbidez, clorofila e CO2, auxiliando na aquisição de dados ambientais de maneira contínua e qualificada.

    O PPGOB também conta com o apoio de laboratórios flutuantes a bordo do Navio Oceanográfico Atlântico Sul e Lancha Oceanográfica Larus.

    Navio Oceanográfico Atlântico Sul
    O N/Oc Atlântico Sul é uma embarcação do tipo arrasteiro, construída em 1976. Com 36 m de comprimento, 8 m de boca e pontal de 4,3 m, tem uma tripulação de 12 pessoas e possibilidade de abrigar até 14 pesquisadores. Seu calado máximo é de 4,5 m, desempenhando uma velocidade máxima de 11 nós, com autonomia de 25 dias no mar. Seu porão armazena até 50 m³, o tanque de óleo tem capacidade de 120 ton. e capacidade de transportar 38 m³ de água.

    O N/Oc. Atlântico Sul está capacitado a realizar várias tarefas de pesquisa, com um motor MWM td 440 (8810 hp - 870 rpm), 2 motores auxiliares MWM-229-6 (120 hp) e 2 geradores (60 KVA, 220 Vac), podendo operar equipamentos diversos. O guincho de pesca, com motor MWM td 232-12 (350 hp), possui tambor com capacidade de 2000 m de cabo de 3/4". O guincho oceanográfico, com acionamento hidráulico autônomo, tambor de 4000 m de cabo 1/4" e velocidade até 45 m/min de cabo com capacidade de carga de 1.640 kg. Possui guincho trawl-EYE eletro-hidráulico, com tambor de rede com acionamento hidráulico para 3000 m de 12 mm (cabo coaxial).

    Uma sala com equipamento científico de hidro-acústica (area 8 m²) abriga o sistema de sondagem científica EK-500 SIMRAD (38 e 120 Khz), e o termógrafo para água marinha MKT-21 (Murayama Denky). O laboratório molhado (16 m²) possibilita o tratamento de amostras, filtragem e processamento de material recém coletado. Já o laboratório seco (12 m²) possibilita a instalação de computadores e outros equipamentos para coleta de dados. Além dos equipamentos científicos, o N/Oc. Atlântico Sul possui os seguintes equipamentos de pesca: sistema para trawl-EYE; sonda EQ-100 SIMRAD 49 Khz; sonda ES 700 SIMRAD 70 Khz; sonar SL 490 SIMRAD 49 Khz.

    Em 2012 a proposta do INCTMar-COI, liderada por docentes do PPGOB, foi aprovada no CNPq. Parte dos recursos vem sendo utilizada para uma revitalização significativa do Navio, incluindo reforma do motor e aquisição de equipamentos oceanográficos, como por exemplo, uma roseta com 24 garrafas livre de metais para coleta de água.

    Lancha Oceanográfica Larus
    A L/Oc. Larus foi construída em 1978. Esta lancha arrasteira e hidrográfica possui comprimento de 15,32 m, boca de 5,05 m e pontal de 2,51 m. Seu casco é de fibra de vidro, com calado máximo de 1,40 m. Desempenha uma velocidade máxima de 14,5 nós e uma velocidade econômica de 11 nós com autonomia de 300 milhas. A capacidade do tanque de óleo é de 2150 litros, e o tanque de água comporta 1000 litros. A L/Oc. Larus possui 4 tripulantes e abriga 6 pesquisadores. Sua propulsão é elétrica e tração, com 2 motores Mercedes-Benz (240 hp cada), e motor auxiliar diesel, Agrale, mod.93 (13 cv p/gerador) com geradores WEG (9 cva 110v monofásico). A L/Oc. Larus possui guinchos de pesca e oceanográfico com capacidade para levantar aprox. 2 tons, e equipamentos de pesca equipados comduas ecosondas: EX, SIMRAD c/registro em papel seco, e JFV-60 c/ monitor a cores.

    Além do N/Oc. Atlântico Sul e da L/Oc. Larus, novas embarcações foram incorporadas à frota, uma de 5m com motor de 90Hp para atuar na região estuarina e zona costeira adjacente, duas embarcações de pesca de aproximadamente 22m de comprimento, uma das quais já adaptada para atuar, em pesquisas e ensino na zona costeira.